Como Vender no Mercado Livre: 14 Dicas Essenciais Para Iniciantes

Última atualização em 30 de novembro de 2021 por Felipe Vannucci

Milhares de empreendedores – iniciantes ou não – pensam todos os dias em como vender no Mercado Livre. E você sabe por quê? Porque o Mercado Livre é a companhia mais valiosa da América Latina… Mais do que isso: é simplesmente uma das melhores formas para validar um produto na internet.

Na prática, é comum de se encontrar empresários apostando suas fichas nas vendas no Mercado Livre antes mesmo de montar toda uma estrutura necessária para vender em um site próprio. Mas, acredite, isso não é à toa…

Hoje, o Mercado Livre faz 23 vendas por segundo! São mais de 30 milhões de compradores ativos no marketplace… E é por isso que não dá para ignorar todo o potencial de vendas do Mercado Livre.  

Então, se você quer descobrir como funciona a venda no Mercado Livre, este artigo é para você! Nele, vamos te mostrar um passo a passo para você conseguir colocar sua conta no ar e começar a vender imediatamente. Dá só uma olhada. 

como vender no mercado livre

Como Vender no Mercado Livre: Você Está Fazendo Certo?

Como funciona a venda no Mercado Livre é algo simples: o marketplace é como se fosse um shopping virtual, em que milhares de clientes fazem visitas diariamente em busca dos mais variados produtos…

Por isso, as chances de você vender no Mercado Livre são enormes, já que o público chega ao site pronto para a compra. 

A seguir, criamos um passo a passo para te ajudar nessa missão de vender na plataforma:

1. Crie uma Conta 

Não dá para nem ao menos pensar em vender no Mercado Livre se você não tiver uma conta na plataforma. Então, antes de qualquer coisa, acesse o site Mercado Livre ou baixe o aplicativo pelo celular – disponível para as versões iOS e Android.

Você pode se cadastrar como pessoa ou empresa…

No caso de cadastro pessoal, você deve preencher com os seguintes campos: 

Nome e Sobrenome;

CPF;

E-mail;

Criar uma senha. 

Mas se você quiser vender como empresa, será preciso preencher os seguintes campos:

CNPJ;

Razão Social;

E-mail;

Criar uma senha.

2. Produza Fotos de Qualidade

A qualidade das imagens dos produtos fazem toda diferença na decisão de compra do cliente. Na verdade, fotos de produtos são cruciais para as vendas.

Algumas das principais dicas são:

  • Utilize fundo branco (ou fundo infinito);
  • Evite o uso de flash, use luz natural;
  • Utilize acessórios de apoio;
  • Faça um bom enquadramento;
  • Edite as imagens dos produtos (pós-produção).

Tenha sempre em mente: as imagens são o primeiro e mais importante contato dos clientes com o seu produto…

E o melhor de tudo é que você não precisa gastar muito dinheiro para ter boas imagens dos seus produtos. É possível fazer isso na sua casa, tirando fotos com smartphone e ainda ter resultados excelentes. Você pode até utilizar uma caixa para tirar fotos de produtos.

3. Escolha a Primeira Imagem Ideal Para o Produto a Ser Vendido no Mercado Livre

No que diz respeito às imagens utilizadas pelos empreendedores, há uma outra precaução a ser tomada além da qualidade do arquivo. Se você está à procura de como vender no mercado livre, é importante ter em mente que a primeira imagem pode determinar o volume de vendas. E, consequentemente, o faturamento do seu negócio…

De fato, as fotos do anúncio precisam ter uma boa resolução, porém, a imagem destacada merece uma atenção redobrada. Diante disso, não é recomendado inserir logotipos ou outros símbolos na imagem

O ideal é escolher a melhor foto  entre todas que você tirou para ser o destaque do anúncio. Ou seja, que representa o produto a partir de um ângulo frontal. As demais fotos podem ser utilizadas como secundárias e de outros ângulos para que os consumidores tenham ainda mais certeza do item a ser comprado.

Caso você tenha dúvidas sobre como tirar uma boa foto para os seus produtos, indicamos a leitura do artigo “Fotos de Produtos são cruciais para as vendas. Entenda!“. A tarefa pode ser mais fácil do que você imagina, inclusive, dá até para fazer excelentes fotos pelo smartphone

4. Elabore Excelentes Títulos Para os Anúncios 

Assim como a imagem, o título também é uma parte do seu anúncio que tem alta visibilidade. Na maioria das vezes, os consumidores têm o primeiro contato com esse texto antes das demais características dos produtos…

Então, não tem outro jeito: quem realmente está interessado em aprender a como vender no mercado livre deve criar títulos chamativos…

Durante o processo de elaboração desse texto, o empreendedor deve criar um texto atraente, simples e curto. O alcance do seu anúncio pode ser baixo caso o título seja longo…

Além disso, é indicado adicionar uma palavra-chave frequentemente pesquisada pelos usuários do Mercado Livre. Dessa forma, sua loja pode alcançar as melhores posições nos resultados de busca no marketplace…

Nesses casos, o ideal é sempre imaginar como o seu cliente pesquisaria por um determinado produto. Mas sem esquecer das informações que o consumidor espera encontrar nos títulos dos anúncios…

5. Crie Descrições Incríveis para os Produtos

Depois das imagens de qualidade, outro ponto essencial é a descrição dos produtos… Os clientes querem saber detalhes sobre material, tamanho, peso… 

Então, seja detalhista nesta hora, pois quanto mais informações você disponibilizar sobre um produto, mais segurança o consumidor sentirá para finalizar a compra. Ou seja, menos espaço para dúvidas e objeções você deixará. 

Tente descrever o produto de forma que quem está lendo tenha vontade de comprar. Veja a diferença:

“Vendo bota marrom”. 

Poderia ser: 

“Vendo bota marrom de couro. Um calçado com solado resistente, tamanho 42, perfeito tanto para a cidade quanto para terrenos acidentados, trilhas e escaladas.”

Percebe a melhora?

Há muitos fatores que podem levar o cliente a optar pelo seu produto… A descrição é um deles! Logo, aproveite bem este item fundamental para aumentar suas vendas no Mercado Livre.

6. Conheça os Modelos de Anúncio no Mercado Livre

Os anúncios do Mercado Livre são separados em 3 categorias: Grátis, Clássico e Premium. Cada uma delas tiveram seus respectivos valores de taxas e comissões diferentes ao longo dos últimos anos… 

Contudo, recentemente, o Mercado Livre fez algumas mudanças em suas tarifas e anúncios. Agora, para os vendedores anunciarem os seus produtos ficará da seguinte forma:

  • O preço mínimo para anunciar será de R$ 7;
  • Agora, somente os produtos abaixo de R$ 99,00 pagarão o custo fixo de R$ 5,00 além da tarifa do Clássico e Premium;
  • A tarifa de venda mudará conforme a categoria em que se anuncie e o tipo de anúncio.

Assim, saber sobre esses valores é tarefa fundamental na hora de pensar em como vender mais no Mercado Livre… Fique bem atento a esse ponto, então!

7. Divulgue os Seus Produtos

Só os anúncios feitos na plataforma não são o bastante. Na verdade, é preciso investir em estratégias de marketing para consolidar ainda mais as vendas…

Por isso, aposte na produção de conteúdo para as redes sociais do seu negócio. O inbound marketing, por exemplo, é uma excelente estratégia. 

Assim, você poderá conhecer todas as etapas do funil de vendas, que são:

  • Topo do Funil: Descoberta e aprendizado;
  • Meio do Funil: Intenção e consideração;
  • Fundo do Funil: Avaliação e Decisão.

Em cada etapa, mostre ao cliente que ele pode confiar nas suas informações e na sua sugestão de produtos…

Acredite, a produção de conteúdo relevante para o seu público fará total diferença para que ele conheça a sua marca e efetue compras em sua loja no Mercado Livre.

8. Faça Gestão de Estoque para Evitar Cancelamento de Vendas

O empreendedor que está considerando aprender a como vender no Mercado Livre deve tomar bastante cuidado com o cancelamento de vendas. Na prática, nenhum cliente fica satisfeito ao saber que um pedido foi cancelado, por exemplo, por indisponibilidade de produto no estoque…

Além disso ser uma situação constrangedora para o cliente, a sua loja no Mercado Livre pode ser penalizada e até suspensa por um determinado período, caso 2,5% das suas vendas sejam canceladas.

Logo, faça uma boa gestão de estoque e evite que esse tipo de problema aconteça com o seu negócio. Verifique com precisão quais itens estão disponíveis e crie os anúncios no marketplace somente se você tiver a mercadoria o suficiente.

Dependendo da circunstância, o empreendedor também pode optar por congelar um anúncio por um determinado período. Ou até mesmo alertar aos consumidores com antecedência sobre o estoque do momento…

No geral, essa é uma dica indispensável para quem busca como vender no Mercado Livre. Assim, você aproveita todas as oportunidades de venda que a plataforma pode oferecer.

9. Entenda Como Cancelar Vendas no Mercado Livre

Na hora de aprender sobre como vender no Mercado Livre é importante estar atento ao cancelamento de vendas. Apesar do ideal ser evitar os imprevistos, isso pode ser necessário em algumas situações…

Seja por causa da falta de uma gestão de estoque apropriada ou de detalhes na descrição dos produtos. Em alguns casos, o próprio consumidor pode cancelar um pedido e não há outra opção para o vendedor do marketplace a não ser a de cancelar a venda. Mas como fazer isso na prática?

Basta acessar a página de Vendas, selecionar o pedido que deseja cancelar e clicar em “Cancelar Venda”. Lembre-se de informar os motivos do cancelamento da compra para proteger sua conta na plataforma de penalizações ou advertências.

Somente assim, o empreendedor interessado em saber como vender no Mercado Livre fica mais atento aos possíveis cancelamentos que podem surgir no futuro. E ainda conquista fortes chances de manter a boa reputação no marketplace.

10. Entregue os Produtos Dentro do Prazo na Hora de Saber Como Vender no Mercado Livre

Todo consumidor preza por uma entrega rápida e eficiente. Ainda mais quando faz compras no Mercado Livre, que tem uma reputação significativa nesse sentido…

Como o marketplace tem parceria com os Correios, os lojistas podem despachar os produtos vendidos com custo do frete acessível, além de oferecer rastreamento completo para acompanhar cada etapa da logística…

No entanto, caso os sellers prefiram fazer entrega por conta própria, com auxílio de transportadoras ou oferecer retirada em sua loja física, tudo bem. Essas alternativas são possíveis por lá…

Por fim, o que realmente importa é que seus produtos sejam entregues dentro ou até mesmo antes do prazo informado ao cliente…

Ao seguir essa dica de como vender no mercado livre, você garante que os consumidores tenham uma boa experiência de compra e ainda aumenta a recorrência.

11. Ofereça um Atendimento de Primeira

Não tem jeito: um atendimento deficiente afeta negativamente as vendas de um Ecommerce…

Por isso, apostar em iniciativas de relacionamento com o cliente é a melhor opção quando bate aquela dúvida sobre como vender no Mercado Livre quanto em outros marketplaces e lojas online. 

Há algumas dicas valiosas sobre isso. Dá só uma olhada:

  • Resolva os problemas rapidamente;
  • Fique de olho nos feedbacks;
  • Tenha um atendimento empático.

Tudo isso é importante, pois fidelizar os clientes que você já tem é uma ótima forma de garantir vendas futuras. Ou seja, as pessoas que compraram na sua loja do Mercado Livre divulgarão os produtos para amigos, familiares e, claro, também retornará para comprar mais. 

E lembre-se: ao atender o cliente da melhor forma possível, você conseguirá mais classificações e comentários positivos, o que também é muito importante dentro do Marketplace. 

12. Conheça o seu Mercado

É imprescindível compreender tudo sobre o segmento em que você atua. Você deve conhecer os hábitos e desejos do seu público acima de tudo. 

Isso vai te ajudar a descobrir quais são as dores que os clientes têm, além trabalhar para resolvê-las o mais rápido possível. E, diante disso, também como estimular o consumo dos seus produtos.

Assim, depois de identificar a sua persona, estabelecer a precificação ideal, fazer uma análise da concorrência, selecionar bons fornecedores… Também é preciso estar com o radar ligado em relação a tudo o que acontece no mercado.

Isso tudo porque quanto mais você pesquisar e entender o seu mercado, mais o seu negócio estará à frente da concorrência.

13. Incentive a Avaliação dos Consumidores 

O pós-venda é definitivamente uma estratégia que não pode ficar de fora da sua rotina no marketplace. Uma das tarefas a serem feitas após o consumidor receber o produto é incentivá-lo a postar avaliações na plataforma do Mercado Livre…

Uma boa dica é enviar um recado junto ao item vendido como forma de agradecimento pela compra. Desse modo, o empreendedor pode aproveitar para lembrar a pessoa de deixar suas opiniões a respeito da mercadoria adquirida e de toda experiência de compra em si.

Essa é uma dica fundamental para quem está à procura de como vender no mercado livre e lucrar alto por lá. Justamente porque outros potenciais clientes que procurarem um determinado produto ou até mesmo a sua loja, vão encontrar boas avaliações e confiar na qualidade dos seus produtos e no comprometimento com os compradores.

14. Mantenha uma Boa Reputação na Plataforma

Os empreendedores que pensam em como vender no Mercado Livre devem preservar sua reputação para fortalecer sua credibilidade por lá…

Isso porque os vendedores com boa conduta no marketplace têm preferência nos resultados da busca e ficam bem posicionados no marketplace de forma geral…

Assim, além de oferecer um atendimento de excelência aos clientes, há outros fatores que podem auxiliar na sua reputação no Mercado Livre, como entregar os pedidos a tempo e sempre ser transparente com os consumidores.

Dica Extra: Seja um MercadoLíder

Decidiu vender no Mercado Livre? Ótimo! Mas não basta ser só mais um vendedor na plataforma…

Existe um sistema de termômetro que fica visível no site para o consumidor, mostrando se o vendedor escolhido é bom ou não. Essa ferramenta é ativada depois que você consegue efetuar 10 vendas…

E à medida em que vai vendendo mais e oferecendo um bom serviço, o termômetro te oferece uma pontuação que vai do vermelho ao verde. O objetivo, claro, é o seu termômetro ficar verde.

Como prêmio, a plataforma concede uma medalha ao bom vendedor, a Medalha de MercadoLíder. Isso será essencial para você ter destaque nos anúncios dentro da plataforma.

Por isso, fique atento quando o assunto é sobre como vender no Mercado Livre: ter o conhecimento dos produtos mais bem ranqueados na plataforma já é um bom começo, mas é preciso ir além…

Aposte em estratégias corretas para não perder nenhum cliente que visite a sua loja virtual dentro do marketplace. É o que empresas do pequeno ao grande porte estão fazendo. 

Mas, se mesmo depois de todas essas informações, você ainda estiver com dúvidas se deve ou não vender no Mercado Livre, nós vamos te dar uma ajudinha nesse sentido…

Principais Benefícios de Vender no Mercado Livre

A popularidade do Mercado Livre não é apenas a única vantagem a ser considerada pelos empreendedores que querem vender online. De fato, o marketplace tem se tornado cada vez mais importante para os lojistas ao longo dos anos…

Recentemente, uma pesquisa feita pela própria companhia, em parceria com a consultoria Euromonitor International, aponta que 1 em cada 4 PMEs faturam mais da metade da sua renda no Mercado Livre.

Além disso, 900 mil famílias utilizam o marketplace como uma fonte de renda parcial ou complementar. Posto isso, é válido reafirmar os benefícios de começar a vender neste marketplace gigantesco. Ou seja, há vantagens reais de vender no Mercado Livre…

1. Soluções Integradas Para os Lojistas

Um dos principais fatores que influenciam os empreendedores que buscam como vender no Mercado Livre é a estrutura oferecida aos sellers. Afinal, nenhum lojista precisa sair da plataforma para anunciar, enviar ou receber produtos…

Na prática, todos esses recursos estão disponíveis na mesma tela do marketplace. Até mesmo as soluções de pagamento do Mercado Pago e de frete do Mercado Envios estão integradas na plataforma. 

Além disso, caso os vendedores tenham alguma dúvida a ser solucionada, é válido lembrar que o Mercado Livre conta com uma página de ajuda dedicada a resolver questões relacionadas à compra e venda de produtos.

2. Plataforma de Anúncios 

A oportunidade de anunciar produtos no Mercado Livre é muito bem vista pelos lojistas devido ao fato do marketplace ser o maior da América Latina e ter uma audiência enorme.

A plataforma ainda conta com o Mercado Ads, um serviço integrado para fazer anúncios mais direcionados, ou seja, voltados para pessoas que realmente têm interesse nos produtos…

Essa é uma solução da plataforma que permite aos lojistas alavancarem suas vendas. A ferramenta de anúncios funciona de forma similar ao Google Ads para atrair um maior número de clientes para os seus produtos anunciados.

3. Baixo Investimento

Embora o Mercado Livre cobre taxas nos produtos vendidos pelos sellers (o que é comum em marketplaces, diga-se de passagem), não é necessário investir valores altos para começar a vender por lá.

Por outro lado, em uma loja física, um empreendedor precisa gastar dinheiro com aluguel, energia elétrica, colaboradores e outras contas a pagar que costumam surgir…

Esses são custos que não são computados para quem está começando a vender no Mercado Livre. E o vendedor pode utilizar o dinheiro que seria usado nessas circunstâncias para investir na comercialização de seus produtos na plataforma…

Diante de todas essas informações, os empreendedores se veem em um cenário de decisão: devo começar a vender no marketplace ou não?

Vale a Pena Vender no Mercado Livre?

Além da pergunta clássica Como faço para vender no Mercado Livre?, há também outro questionamento que está sempre na mente de quem quer vender na plataforma: Vale a pena Vender no Mercado Livre?

Para te ajudar a entender se vender no Mercado Livre é para você ou não, vou te passar algumas informações:

O valor de mercado do Mercado Livre hoje é de US$ 50 bilhões, o que só reforça todo o potencial e alcance que o marketplace tem hoje na América Latina…

Além disso, a empresa argentina vem investindo pesado no Brasil para aumentar o share de mercado nas duas pontas – clientes e vendedores – e criar soluções reais para quem utiliza a plataforma.

Recentemente, o Mercado Livre tomou mais uma iniciativa importante em relação à logística. A companhia inaugurou mais dois centro de distribuição na região sudeste do país com foco em reduzir o prazo de entrega dos produtos vendidos no marketplace.

Mas não só isso…

O Mercado Livre também contratou 60 carretas para auxiliar nas entregas realizadas em todo o país. E tudo isso contribui não só para o aumento do valor de mercado do Mercado Livre, mas, principalmente, para o crescimento e fortalecimento das vendas na plataforma.

Fora isso, existem outros fatores que são o diferencial da plataforma:

  • Disponibilidade dos principais sistemas de pagamentos (inclusive, recentemente o Mercado Livre e PayPal começam integração de pagamentos);
  • Possibilidade de Personalização da sua loja virtual;
  • Chance para aproveitar todo potencial e autoridade do Mercado Livre em si.

Então, se a sua pergunta é se realmente vale a pena vender na plataforma, a resposta é: sim, vale a pena!

Com as estratégias certas, você pode alavancar as vendas do seu negócio mais rápido do que você imagina.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.