Pesquisa Aponta que 1 a cada 4 PMEs Conquista Metade de sua renda no Mercado Livre

Última atualização em 1 de outubro de 2021 por Felipe Vannucci

O Mercado Livre sempre foi uma saída para as pequenas e médias empresas lucrarem online e a pandemia reforçou a relevância do marketplace nesse sentido. 

A companhia mais valiosa da América Latina desenvolveu uma pesquisa intitulada Impactos que Importam junto da consultoria Euromonitor International com participação de 4 mil pessoas de países como Argentina, Brasil, Colômbia, Chile e México. 

O propósito do levantamento é o de mostrar o impacto positivo que o marketplace tem gerado no país, focando nas PMEs, além da geração de emprego e soluções de pagamento…

mercado-livre
(Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress)

Mais de 200 Mil PMEs Vendem no Site Mercado Livre 

As informações dadas pela Euromonitor International apontam que o número de novas empresas têm crescido no Mercado Livre. Em 2020, a companhia registrou a entrada de 93 mil novos negócios no marketplace…

Hoje, a plataforma já conta com 270 mil, quantidade que representa 6% do total de PMEs no país. Considerando toda a América Latina, houve o cadastro de 174 mil novos sellers

Segundo o estudo, 25% das pequenas e médias empresas da América Latina têm pelo menos metade da sua renda associada ao Mercado Livre. Na prática, 1 a cada 4 empresas fatura entre 51% e 90% do total da sua renda por meio das vendas no marketplace.

Além disso, em média, 84% das PMEs que anunciam seus produtos no Mercado Livre expandiram a atuação regional da empresa devido à utilização da plataforma. Em relação a esse cenário, Stelleo Tolda, presidente de commerce do Mercado Livre na América Latina, ressalta:

Nosso papel é democratizar o comércio eletrônico e o acesso financeiro no Brasil. Somos líderes na região e acreditamos que continuaremos sendo. Estamos investindo nisso”, conta o executivo.

Outros dados apresentados na pesquisa mostram que, em média, 900 mil famílias têm o Mercado Livre como fonte de renda majoritária ou complementar. Em paralelo a isso, 500 mil PMEs dependem do marketplace no dia a dia.

Vale destacar que a plataforma possibilitou que 54% das companhias conseguissem expandir suas operações para outras localidades. Até o próprio Mercado Livre conta com pequenas e médias empresas como prestadoras de serviços diretos. De acordo com o levantamento, são 2 mil PMEs atuando no ecossistema do Mercado Livre

Diante disso, é seguro dizer que o marketplace tem um papel significativo na vida das PMEs, que tornou-se ainda mais relevante nos últimos meses…

Mercado Pago Também tem Auxiliado as PMEs

Não foi apenas o Mercado Livre que trouxe um impacto positivo na vida das PMEs. Os números apontam que o Mercado Pago tem se mostrado como uma plataforma de grande importância em diversos aspectos…

Entre os principais está o aumento no volume de vendas. O levantamento mostra que 7 entre 10 PMEs que usam as soluções financeiras do Mercado Pago conseguiram alavancar as vendas.

Em números, 40% das PMEs tiveram sua primeira oferta de crédito aceita pela fintech e, no Brasil, foram 24%. Com destaque para a América Latina, já que 6 em cada 10 empresas solicitam crédito para capital de giro.

Sobre isso, o Mercado Livre considera que possivelmente terá uma maior busca pelo crédito oferecido às PMEs no final do ano. Até então, os sellers podem solicitar entre 30 a 300 mil reais e os prazos são de 6 a 12 meses

Por fim, a pesquisa mostra como a companhia argentina contribuiu para a geração de empregos. O marketplace criou em média 6 empregos por hora de forma direta ou indireta. No total, foram 6 mil empregos criados internamente e a metade voltada para o setor de logística, em que o Mercado Livre tem investido constantemente…

Diante da redução das medidas de isolamento social devido à pandemia, Tolda considera que a quantidade de sellers deve crescer este ano, porém, inferior ao acumulado do ano passado:

O potencial do e-commerce é enorme, independente da abertura de lojas, não acreditamos que isso terá um impacto negativo sobre nós. A gente dá opções ao consumidor para retirar produtos em locais físicos, melhoramos muito nossos serviços de logística e queremos continuar crescendo,” afirma o executivo.

Em vista disso, nota-se que o Mercado Livre se mantém determinado em continuar crescendo em todos os sentidos, mas focando especificamente no Mercado Pago…

Afinal, a fintech representa 34,4% do faturamento do Mercado Livre no Brasil e atingiu a marca de US$ 17 bilhões em pagamentos, sendo US$ 10 bilhões feitos fora do marketplace.

Ou seja, se por acaso a expansão do Mercado Livre não ocorra na mesma proporção de 2020, a companhia tem feito diversos investimentos ao longo de 2021 para se manter à frente da concorrência…

Como o acordo de compra da operadora logística Kangu, o aumento na quantidade de lojas oficiais no marketplace, e a abertura de novos centros de distribuição no Brasil

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.