Mercado Livre Capta US$ 1,55 Bilhão em Oferta de Ações

Última atualização em 16 de novembro de 2021 por Felipe Vannucci

O Mercado Livre captou US$ 1,55 bilhão em oferta subsequente de ações nesta terça-feira (16) na bolsa de valores americana NASDAQ, em Nova York. No total, 1 milhão de papéis foram vendidos pela companhia, pelo valor de US$ 1.550,00 cada.

A captação foi anunciada em meio aos investimentos que o Mercado Livre tem feito recentemente, como a inauguração do 1º centro de distribuição para armazenar produtos de grande porte. Veja mais detalhes a seguir…

mercado-livre
(Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress)

Mercado Livre Quer Buscar Sinergias em Seus Serviços 

O Mercado Livre contratou as empresas globais de serviços financeiros Morgan Stanley, JP Morgan e Goldman Sachs para atuar como os coordenadores da operação, que começou na segunda-feira à noite. 

Na prática, o prospecto utilizou o fechamento de 12 de novembro em Nova York, com a ação negociada a US$ 1.597 como preço de referência. Hoje, a ação do Mercado Livre, ou MELI, como a companhia é conhecida na bolsa, caiu 5,40%, totalizando US$ 1.520,54 na NASDAQ. Até o momento, a empresa está avaliada em US$ 76 bilhões.

Além disso, é possível que o Mercado Livre venda mais 150 mil papéis nos próximos 30 dias e levante US$ 232 milhões em um acordo especial. Isto é, uma prática conhecida como Greenshoe (Lote Suplementar de Ações, em português).

Assim, a companhia, que se intitula como “o maior ecossistema de comércio online da América Latina” no prospecto da oferta, afirma que os recursos captados serão utilizados em fins corporativos gerais. Nesse contexto, os propósitos da companhia mais valiosa da América Latina são: 

  • Aprimorar a operação logística;
  • Aumentar a monetização das suas transações;
  • Buscar mais sinergias entre seus serviços, como a fintech Mercado Pago e a plataforma de anúncios Mercado Ads.

Ou seja, são fatores que o Mercado Livre tem investido pesado nos últimos meses para tornar o marketplace ainda mais atrativo para vendedores e consumidores…

Investimentos do Site Mercado Livre nos Últimos Meses

O Mercado Livre atingiu lucro líquido de US$ 95,2 bilhões no 3º trimestre deste ano, totalizando uma alta de 66,5% na comparação anual. O período foi marcado pelo aumento de 28% do Volume Bruto de Mercadoria, que registrou um de faturamento de US$ 7.3 bilhões com 138 milhões de itens vendidos.

Ainda durante os meses de julho a setembro, a companhia fechou parceria com a varejista de moda Arezzo&Co, comprou a operadora logística Kangu e começou a vender produtos frescos com a rede de supermercados Mambo. Além de tudo isso, ainda removeu milhares de anúncios irregulares do marketplace….

No entanto, algo que tem sido frequente nos últimos meses é a abertura de lojas oficiais na plataforma. Os nomes que passaram a integrar a lista recentemente foram Extra, Nike e Enjoei. Em paralelo a isso, a varejista estreou uma plataforma de Live Commerce, que é uma das tendências do Ecommerce para 2022

Diante desse cenário de intensas mudanças e constantes lançamentos na plataforma, o Mercado Livre se mantém firme no objetivo de se manter em destaque entre os demais players que estão em ascensão no mercado. Como a Shopee, que segundo uma recente pesquisa feita pela plataforma de inteligência de dados Apptopia, é o marketplace de nº 1 na América Latina.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.