Procon-SP Registra 703 Reclamações Sobre a Black Friday

Última atualização em 1 de dezembro de 2021 por Felipe Vannucci

O Procon de São Paulo registrou 703 reclamações sobre compras feitas durante a Black Friday 2021. O órgão de defesa do consumidor monitorou as reivindicações realizadas entre quinta-feira (25) e segunda-feira (29). 

No total, houve um crescimento de 3% na comparação com o mesmo período de 2020. Na época, o Procon-SP recebeu 1.107 atendimentos, sendo 726 reclamações, além de 381 consultas e orientações nas redes sociais

black-friday-2021
(Imagem: Freepik)

O órgão afirma que as queixas mais frequentes são de atraso ou a não entrega de produtos, totalizando 174, o que representa 15% do total. Além disso, 79 contestações sobre pedido cancelado após a finalização da compra (11%) foram feitas ao órgão de proteção ao consumidor. As demais reclamações foram sobre:

  • Mudança de Preço ao Finalizar a Compra (79, 11%);
  • Maquiagem de Desconto (77, 11%);
  • Produto ou Serviço Indisponível (75, 11%).

No que diz respeito às companhias com o maior número de reivindicações, a Americanas S.A., responsável pelo Americanas.com.br, Submarino, Shoptime, Soubarato e Lojas Americanas, lidera com 107 entradas (15%).

Já a Via, dona das Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com.br, teve que lidar com 96 reclamações, representando 14% do total. Recentemente, o Procon-SP notificou a varejista após receber contestações de compradores sobre o cancelamento de compras feitas nas Casas Bahia…

Segundo o órgão, consumidores tiveram os pedidos cancelados de um smartphone da Samsung, que estava com desconto de R$ 2.300. Em resposta, a Via informou ao Valor que uma falha de processamento causou variações de preço dos smartphones Galaxy Note 20.

Assim, diante de um pequeno aumento no volume de contestações, o Procon-SP tenta entender o comportamento dos consumidores modernos a fim de justificar os dados do levantamento feito sobre a Black Friday…

Consumidor Está Mais Consciente

De acordo com Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, a quantidade de reclamações se manteve estável, o que pode ser justificado pelo o fato de o comprador estar mais consciente:

Com o consumidor fazendo mais pesquisa, consultando a credibilidade do site, a reputação da empresa, prestando atenção ao preço total oferecido, acrescido à cobrança de frete, de encargos etc. as reclamações se reduzem aos problemas mais corriqueiros, como atraso e cancelamento do pedido. O balanço geral é positivo”, afirma.

De forma geral, o atendimento aos consumidores é uma das práticas adotadas pelo Procon-SP para garantir seus direitos. Outra iniciativa nesse sentido é a proibição do pagamento de delivery no ato da entrega, uma medida anunciada pelo órgão em julho deste ano.

Ciente de que os compradores estão mais atentos às compras pela internet e até entrando em contato com o Procon-SP antes de fazer um pedido online, os lojistas devem prezar pelo desempenho do seu negócio. Muitas queixas feitas no órgão de defesa ao consumidor podem impactar a maneira como os consumidores encaram um negócio e sua reputação no mercado, por exemplo. 

Neste contexto, o ideal é informar aos clientes em caso de atraso na entrega e confirmar o preço dos produtos anunciados, especialmente para os dias de eventos importantes como a Black Friday, quando há uma busca maior por descontos e ofertas. Somente assim, o empreendedor está preparado para receber um grande volume de vendas e evitar que imprevistos aconteçam. 

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.