Alibaba: Conheça a História da Gigante Chinesa

Última atualização em 3 de agosto de 2021 por Felipe Vannucci

A varejista chinesa Alibaba cresceu muito nos últimos anos e atualmente é conhecida como uma a maior companhia atuando no Ecommerce do país. Inspiração para outras empresas do mundo inteiro, a trajetória da Alibaba é marcante e envolve uma figura um tanto conhecida: o seu criador, Jack Ma. 

Para alcançar o topo do mercado, Jack Ma precisou trilhar um longo caminho e trabalhar pesado para levar sua empresa onde está hoje… 

Com o objetivo de transformar o poder das vendas digitais na China, o Alibaba fez com que o processo de compra e venda fosse muito mais prático e ágil em seu marketplace. Não é à toa que é conhecida como a “gigante chinesa”…

Ao longo deste artigo vamos te contar a trajetória de sucesso do Alibaba, além de apresentar um panorama sobre o Ecommerce Chinês. Veja!

alibaba
Imagem: (Reprodução/Google)

Como Surgiu o Alibaba

O Alibaba é um grupo chinês dono de empresas voltadas para às vendas no varejo online.

Seu fundador, Jack Ma, era um garoto pobre que nasceu na província de Hangzhou e não era nada brilhante nos estudos…

Mas o seu diferencial estava justamente no interesse pela língua inglesa. Ele pedalava cerca de 70 quilômetros para chegar a um hotel em que se hospedavam estrangeiros para se oferecer como guia turístico. Ele queria treinar e aprender o idioma dessas pessoas.

O jovem só foi aprovado no vestibular para cursar inglês após a terceira tentativa e se formou em 1988. A partir daí, conseguiu um emprego como professor em uma universidade local…

Depois, já trabalhando como tradutor, Jack Ma visitou os Estados Unidos pela primeira vez, e foi lá que conheceu a internet e descobriu que toda busca feita na rede excluía totalmente a China. Algo que chamou muito a atenção do rapaz na época…

Não à toa que, em 1995, Jack Ma retornou à China disposto a incluir seu país no meio digital. Foi partindo dessa ideia que ele fundou o Grupo Alibaba em 1999 com a ajuda de outros 17 amigos investidores.

Uma curiosidade é que o nome “Alibaba” foi inspirado no personagem do filme “Ali Babá e os 40 ladrões”. De acordo com Ma, o personagem era esperto, bondoso e voltado para os negócios, exatamente como a marca que ele havia fundado.

Assim, a ideia do fundador era um serviço business-to-business, ou seja, que conecta fabricantes chineses com os compradores estrangeiros…

Assim, em seu primeiro ano de criação, o Alibaba já contava com mais de 1 milhão de registros em seu site. Em 2002 a empresa teve lucro pela primeira vez e, depois disso, não parou mais de crescer…

Só no 4° trimestre de 2020, por exemplo, a empresa atingiu uma receita total de 221,1 bilhões de iuanes (34,24 bilhões de dólares), representando uma alta de 37% para o Grupo. Não dá para negar que é uma quantia avassaladora, não é mesmo?

Diante disso, o crescimento do Alibaba tem sido tão forte ao longo dos anos, que o Grupo fundou não teve outro caminho a seguir a não ser o de ter outras empresas… 

Empresas que Fazem Parte do Grupo Alibaba

Atualmente, o Grupo Alibaba possui 6 empresas de diferentes segmentos que atuam no Ecommerce: 

Alibaba

Marketplace que simboliza o primeiro empreendimento do grupo e é responsável por movimentar fortemente a economia da China. 

No Alibaba é possível comprar e vender os mais variados produtos, como:

  • Roupas;
  • Itens de casa e decoração;
  • Acessórios;
  • Carros;
  • Motos;
  • E muito mais.

Por essa variedade de produtos oferecidos, a varejista se tornou uma verdadeira gigante no varejo da China, além de ter mais de 13 milhões de compradores ativos em todo o mundo... 

Taobao

O Taobao funciona quase do mesmo jeito que o Alibaba, a única diferença é que ele é focado apenas em vendas feitas dentro da China, como a moeda chinesa

taobao
(Imagem: Site Taobao)

Na plataforma, é possível fazer avaliações de produtos anunciados e interagir com outros usuários do país…

Além disso, a comunicação entre vendedor e comprador na plataforma é feita de forma quase instantânea, o consumidor envia a mensagem e o vendedor responde rapidamente. 

Aliexpress

Quem vende online certamente já ouviu falar do Aliexpress, o marketplace responsável por conectar vendedores e consumidores, oferecendo uma enorme variedade de produtos. 

site-aliexpress
(Imagem: Site Aliexpress)

Entre as categorias do site, estão:

  • Roupas;
  • Bolsas e Acessórios;
  • Saúde e Beleza;
  • Casa;
  • Eletrônicos.

A plataforma apresenta um grande número de vendas e vem sendo cada vez mais usada pelos brasileiros e ao redor de todo o mundo.

Tmall

A plataforma que atua no Ecommerce chinês é voltada para a comercialização de produtos de luxo e funciona como uma porta de entrada para empresas de outros países…

tmall
(Imagem: Site Tmall)

Entre as principais categorias, estão:

  • Roupas femininas e masculinas;
  • Relógios;
  • Óculos;
  • Bolsas;
  • Eletrônicos.

Na plataforma é possível encontrar muitas marcas famosas do mundo da moda, como por exemplo Hugo Boss, Versace e Valentino.

Alibaba Cloud

Empresa que oferece serviço de nuvem com foco em oferecer ferramentas digitais que auxiliam no gerenciamento de aplicações, big data e segurança.

alibabacloud
(Imagem: Site Alibaba Cloud)

Entre a variedade de serviços oferecidos, estão:

  • Bancos de Dados;
  • Armazenamento;
  • Networking;
  • Registro de Domínio.

O Alibaba Cloud possui site chinês e inglês e é um dos maiores provedores de serviços de nuvem da China.

Alimama

Já o Alimama, é uma ferramenta do Grupo responsável pelo marketing digital do Alibaba.

É através dela que são feitos os anúncios na plataforma do Alibaba e a monetização. É nessa ferramenta que o Grupo Alibaba cuida do marketplace Alibaba e das empresas parceiras.

alimama
(Imagem: Site Alimama)

Dessa forma, dá para perceber o quanto o Grupo é forte e atua em várias áreas dentro do Ecommerce chinês, não é mesmo?

Mas nada disso é à toa… Algo que contribui para tamanha expansão do Grupo é que o comércio eletrônico do país tem crescido de forma avassaladora… 

A Popularidade do Ecommerce na China

Não é novidade para ninguém que o comércio eletrônico chinês vem crescendo de forma intensiva ao longo dos anos. Para você ter uma ideia, o país está prestes a se tornar o primeiro do mundo a ter os índices de vendas onlines superiores aos das vendas físicas… 

Na prática, a expectativa é que o setor avance 35,5% esse ano, segundo a pesquisa realizada pelo eMarketer. 

Tudo isso é reflexo da história do país, que sempre foi pautada nos avanços da tecnologia. Para você ter uma ideia, a forma como Ecommerce chinês é mais avançado que os outros tem muito a ver com os diferentes métodos de pagamento tecnológicos utilizados pelas empresas do pais…

Por lá, pagamentos feitos através de aplicativos, como Alipay, ou por QRcode já são comuns há muito tempo…  

Além disso, o tráfego dos sites é feito através de mecanismos de pesquisa como o Baidu, que funciona como o Google. E o atendimento ao cliente é feito por meio dos canais sociais como o WeChat, que é como uma espécie de Whatsapp por aqui. 

As estratégias de marketing digital no ecossistema do Ecommerce chinês também incluem o uso das redes sociais para atrair consumidores…

Os conteúdos em vídeos, por exemplo, são bastante usados para gerar tráfego. Isso porque possuem links diretos de compras para as lojas virtuais. Alguns sites famosos de vídeo na China são iQiyi, Youky e Tudou, que funcionam como o Youtube… 

Fora isso, o Live Commerce no país também é muito popular entre os varejistas para atrair mais clientes. Para isso, eles usam plataformas de transmissão para vendedores e influenciadores do país mostrarem o produto ofertado com um link direto para a compra. 

Hoje, o poder que o Ecommerce na China tem é inegável e toda essa popularidade tem muito a ver com o papel de grandes empresas no comércio eletrônico por lá, como é o caso do Alibaba…

E a forma como a China soube usar o comércio eletrônico é hoje uma referência na área, servindo de inspiração para outros países que caminham para atingir esses números expressivos também.

Gostou do artigo? Para não perder essas e outras dicas, inscreva-se AGORA MESMO em nossa newsletter e receba mais artigos como este! É só clicar no box abaixo.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.