Senado Deve Votar Privatização dos Correios em Novembro

Última atualização em 28 de outubro de 2021 por Felipe Vannucci

A votação do projeto de lei da privatização dos Correios, que aconteceria nesta semana na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE), foi adiada para 9 de novembro. O relator do projeto, Márcio Bittar, pediu que o texto fosse apreciado no CAE na próxima quarta-feira (3), mas o pedido foi rejeitado pela oposição.

Vale lembrar que o projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados em agosto deste ano. Agora, o Correios está mais perto de deixar de ser uma estatal e ser tomado pela instituição privada.

correios
(Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Votação Pode Atrasar Caso Texto do PL Sofra Alterações

De acordo com informações da Agência Senado, o parecer do projeto de lei recomenda que o texto seja encaminhado pela Câmara dos Deputados sem qualquer tipo de alteração. Na prática, as mudanças no documento podem atrasar a votação da privatização do Correios…

Assim que a votação for concluída, a proposta segue direto para o plenário do Senado. Se não houver mudanças, a próxima etapa será a sanção presidencial. Porém, se o texto sofrer alterações, a Câmara precisará analisá-lo novamente. 

O leilão de 100% dos Correios está previsto para ocorrer no primeiro semestre do próximo ano. No entanto, o governo precisa do aval do congresso para que a venda da estatal aconteça…

Nesse contexto, a justificativa do governo para a privatização de uma empresa com mais de 50 anos e 90 mil funcionários é que “há uma incerteza quanto à autossuficiência e capacidade de investimentos futuros da companhia“.

Enquanto o projeto de lei não é votado no Senado, os Correios têm proporcionado novas facilidades à vida dos empreendedores que vendem pela internet, como entrega em poucas horas em um serviço inédito…

Correios Lança Novo Serviço de Entrega em Meio a Debate de Privatização

Em setembro, os Correios anunciaram o novo serviço de entrega SEDEX Hoje voltado para os lojistas que tenham contrato com a estatal. A solução permite acompanhamento em tempo real e até interação entre destinatário e entregador

Ao contrário do tradicional SEDEX, as encomendas despachadas na nova modalidade até às 18h serão entregues até às 23h do mesmo dia, incluindo sábados e domingos. Caso os pacotes sejam enviados após às 18h, serão entregues até 12h do dia seguinte.

Vale destacar que o SEDEX Hoje foi lançado justamente enquanto a privatização da estatal já estava em pauta. Isto é, o projeto já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados, mas ainda não tinha uma data para a proposta ser votada no Senado.

Porém, ao que tudo indica, o final do ano será decisivo em relação ao futuro dos Correios. E considerando que muitos brasileiros, sejam compradores ou lojistas, contam com os serviços logísticos da estatal, não há como negar a sua importância no país…

Logo, é necessário ficar atento ao futuro que o projeto de lei terá nas próximas semanas, assim como as consequências que podem impactar todos os indivíduos que usufruem dos serviços dos Correios.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.