Consumidores Voltam às Lojas Físicas Apesar do Receio com a Economia

Última atualização em 24 de novembro de 2021 por Felipe Vannucci

A pesquisa Consumer Pulse, realizada pela dunnhumby, empresa de ciência de dados do consumidor, aponta que os brasileiros estão retomando os hábitos do período pré-pandemia. Prova disso é que as visitas nas lojas físicas prevalecem com 60% contra 40% do Ecommerce.

Ainda de acordo com um estudo, 2/3 dos consumidores no país têm feito compras no ambiente digital e físico. E mesmo com a reabertura das unidades físicas, o Brasil se mantém estável na 5ª posição do ranking sobre os países que mais utilizam o Ecommerce

lojas-físicas
(Imagem: Freepik)

No entanto, a porcentagem de participantes que afirmaram manter o hábito de compras online no futuro caiu para 27%, em comparação aos 36% indicados na 1ª edição do relatório, publicado em março de 2020.

A partir desse momento, as empresas precisam lidar com o obstáculo de gerenciar a retomada das vendas no varejo físico. E, simultaneamente, manter as operações do Ecommerce funcionando de forma apropriada…

De acordo com André Rocha, Country Head da dunnhumby no Brasil, uma solução nesse sentido é a implementação das estratégias omnichannel para integrar o online ao offline:

O brasileiro perdeu o medo das compras online e ganhou um canal a mais, tanto para consumir como para pesquisar valores. O desafio com a retomada do varejo físico é fazer com que os canais não se sobreponham, mas se integrem e ofereçam uma jornada única de compra, completa, tanto no físico como no digital”, explica o executivo.

Em relação à retomada dos hábitos pré-pandemia, a pesquisa aponta que 50% dos consumidores ainda não se sentem seguros em fazer compras presenciais. Além disso, a quantidade de brasileiros que acreditam que as varejistas estão fazendo um bom trabalho durante o período pandêmico caiu de 52% para 41% entre março de 2020 e setembro deste ano.

Consumidores Estão Preocupados com o Cenário Econômico do País

O levantamento também mostra que os compradores estão mais satisfeitos com as experiências de compra. O índice aumentou de 24% para 32%, na comparação com a 1ª edição do Consumer Pulse. Entre as estratégias de consumo mais frequentes dos brasileiros, o estudo destaca:

  • Pesquisar online (57%);
  • Comprar em Lojas com Preços Mais Baixos (53%);
  • Comprar Apenas o que Está na Lista (51%).

Sobre o cenário econômico do Brasil, 83% dos participantes disseram que a economia do país está fraca e 75% afirmaram que as finanças pessoais vão mal. Ou seja, um cenário preocupante e que afeta a vida tanto dos consumidores quanto dos compradores…

Mesmo assim, não há como negar que a flexibilização das medidas de isolamento social e o avanço da vacinação impactaram a vida de ambos. Por esta razão, os empreendedores devem ficar atentos às tendências do Ecommerce e ao estilo de vida dos compradores nos próximos anos para continuar lucrando em meio à reabertura das lojas físicas no país.

Somente assim, ao considerar esses aspectos, o empreendedor pode manter a reputação do seu negócio em alta e ainda se destacar entre a concorrência. Ou seja, conquistas fundamentais para quem vende pela internet em um contexto de retomada dos hábitos pré-pandemia e do desejo dos brasileiros de fazer compras presencialmente.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.