Saiba Como Calcular Preço de Artesanato do Jeito CERTO

Última atualização em 11 de junho de 2021 por Daniel Meireles

Como calcular preço de artesanato é algo que pode ser um problema para muitos proprietários de negócios artesanais, não é mesmo? Isso porque a forma como você define o preço dos produtos pode ser a diferença entre uma empresa com potencial e outra que continua sendo um hobby. 

O fato é que o preço é um dos maiores desafios para novos empreendedores. Se seus preços forem muito baixos, você não terá lucro e seu negócio pode não ser sustentável a longo prazo…

Por isso, saber como precificar artesanato é CRUCIAL para os clientes não optarem por comprar em outra empresa!

Neste artigo, vamos compartilhar uma maneira mais simples de fazer isso, que permite que você defina os preços do seu artesanato com base no que funciona para o seu negócio…

como-calcular-preço-de-artesanato
(Imagem: Freepik)

Como Calcular Preço de Artesanato

Defina um Investimento Inicial

Antes de tudo, se você pensa em ter um negócio consistente com seu artesanato, é preciso planejar um investimento inicial… 

Mesmo que sejam gastos pequenos, estes devem estar no plano de negócios e na gestão financeira da sua empresa. Isso é importante para entender se o lucro vai cobrir todos os gastos e se não vai ocorrer nenhum prejuízo.

Por exemplo:

Se você quer iniciar uma loja online de pães artesanais… Para isso acontecer, vai ser necessário comprar um forno industrial e reformar a cozinha da sua casa, sendo que seu gasto seria de R$4.000 para realizar tudo isso. Além disso, você também separou R$1.500 no marketing digital para mostrar a sua marca para o público e alavancar suas vendas… 

Sendo assim, o investimento inicial foi de R$6.000. Agora, é preciso definir um prazo para que esse investimento retorne para seu negócio. Digamos que seja um tempo de um ano para que esse investimento se pague… Então: R$ 5.000 (investimento inicial) / 12 meses = R$500…

Ou seja, para que não haja nenhum prejuízo financeiro, sua empresa precisa vender mensalmente no mínimo o valor de R$500. 

Esse valor de investimento não precisa entrar no custo do produto. Mas tudo isso é importante para que você saiba calcular a quantidade da sua produção e venda. Pois, sem atingir esse número mínimo durante o mês, significa que a sua empresa ainda não começou a “se pagar”…

Estabeleça os Custos Básicos de Produção 

O custo de produção básico é saber quanto custa para você fazer um único item artesanal. Para isso, atente-se aos seguintes fatores:

1. Faça uma Lista dos Materiais 

O primeiro passo é fazer uma lista dos materiais que você usaria para fazer um único produto. Se você faz bolsas, por exemplo, esta lista pode incluir tecido, botões, etiquetas e barbantes. Lembre-se de incluir todos os materiais que usar para embalagem e postagem também. 

2. Anote o Quanto de Cada Item é Usado 

Em seguida, você precisa pensar na quantidade de material que é necessária para fazer cada produto. Para itens com rótulos ou botões, os cálculos devem ser relativamente simples porque você pode contar quantos usar a cada vez… 

Materiais como tinta ou linha podem ser difíceis de medir, mas não impossível. Tente estimar quantos produtos você consegue produzir com uma determinada quantidade desses materiais. 

3. Saiba o Preço Unitário 

O próximo passo é verificar o preço de cada item em sua lista de materiais. Você pode usar o último custo unitário pago ou, se o preço flutuar muito, olhar seu histórico de compras e calcular uma média. 

4. Preço Unitário Por Item x Quantidade Usada Por Item 

Multiplique seu preço unitário por quanto você usa por produto. Isso dá a você o custo total por material…

Por exemplo:

Caso o preço unitário de um botão for R$0,21 e for preciso usar quatro por saco, o custo total para este material será R$0,84. A última etapa é somar os custos do material para obter o gasto básico de produção. Isso significa que você entenderá exatamente quanto está custando para fazer seu produto.

Agregue Também os Custos Fixos

Ainda há outros custos que também devem ser considerados na hora de saber como calcular preço de artesanato. Estes são os custos fixos que serão necessários para manter a sua empresa funcionando, tanto a loja física quanto a online.

Alguns exemplos são: internet, energia elétrica, mensalidade da plataforma online que você usa, ferramentas de gerenciamento, aluguel da sua loja física, entre outros.  Esses são fatores importantes em como calcular preço de artesanato.

Preço do Custo Final  

Assim, depois de analisar os custos fixos e os gastos básicos para confecção do produto, você pode aplicar uma fórmula simples para calcular o custo final do produto

Esse cálculo pode ser definido como:

(Custo fixo ÷ número mensal de peças) + gastos com matéria-prima = preço de custo 

Vamos dar um exemplo, claro:

Vamos supor que você venda peças de tricô e o número de itens produzidos por mês é de 40, R$1.000 custo fixo total e R$14,50 o valor médio dos gastos materiais para produzir a roupa em si. Então, o preço final de custo é de R$39,50.

Porém, não pense em apenas precificar com base nos gastos materiais. Seu trabalho de produzir também deve ser adicionado ao preço final…

Como Calcular Mão de Obra Artesanal

Você precisa pagar pelo tempo que dedica à fabricação de seus produtos. A taxa por hora pode variar dependendo do tipo de trabalho que você está fazendo e de quanta experiência você tem…

Mas você pode pesquisar o que as pessoas em seu setor normalmente fazem por seu trabalho e basear parte de sua decisão nisso. E você também só precisa ter certeza de que é uma taxa com a qual se sinta confortável.

Se você não aceitaria um salário mínimo pelo seu trabalho, então você precisaria propor uma taxa horária mais alta para a qual você trabalharia… 

Em seguida, calcule a quantidade de horas que você dedica a cada item e baseie seu custo de mão de obra nisso.

Observe Outros Vendedores 

Por último, é importante também observar como os outros vendedores de artesanatos estão cobrando por itens semelhantes aos que você vende. Lembrando que este não deve ser o único fator determinante para o preço… 

Mas se você estiver usando suprimentos de qualidade superior ou tiver mais experiência na confecção dos itens que vende, certamente fará sentido cobrar mais do que os concorrentes

No entanto, se achar que seus itens têm preços significativamente mais baixos do que os da concorrência, pode ser um sinal de que você não está cobrando o suficiente por sua mão de obra ou que está esquecendo de levar em consideração alguns de seus outros custos.

Preço Final de Venda 

Definindo o valor da sua mão de obra, você precisa estipular a que preço vai vender seus artesanatos junto ao valor médio de fabricação para obter um lucro justo…

Diante disso, some o valor médio da sua hora trabalhada ao preço de custo do produto. Assim, você chega ao preço final para vender a sua mercadoria.

Mas tenha em mente que tudo isso pode variar e sempre se atente ao mercado atual para ter uma base de preços. Dependendo do que encontrar, aumente um pouco esse valor para cobrir gastos não esperados. 

Mas Existe Mais Algum Fator a Considerar?

Saiba também que pode haver gastos com frete na sua conta…

Na maior parte do tempo, as entregas são pagas à parte. Então, não entraria como um gasto para fabricação do produto.

No entanto, vale deixar claro para os clientes que haverá um custo extra para envio. Mesmo que você possa diminuir esse valor ou até oferecer frete grátis, é importante ajustar suas contas de modo que isso não prejudique o seu fluxo de caixa.

Sendo assim, saber como calcular preço de artesanato é extremamente relevante para evitar prejuízos e, principalmente, obter uma maior margem de lucro. Por isso, lembre-se de analisar  as ações praticadas pela concorrência e avaliar se o seu produto condiz com o mercado, considerando a sua criatividade e a qualidade do seu produto, claro. 

Mas, se você quiser aprofundar mais sobre essas formas de precificação. O índice markup pode te ajudar a ultrapassar o obstáculo de definir preços de venda para o seu negócio, ok? 

Então… Boas vendas!

Leia também: O que é Markup e Como Aplicar no seu Ecommerce?

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.