C&A Registra R$ 252,9 Milhões na Receita Bruta Online do 2º Tri. Confira!

Última atualização em 11 de agosto de 2021 por Felipe Vannucci

O balanço do 2º trimestre da C&A, divulgado na terça-feira (10), trouxe números animadores para a varejista. A receita bruta online atingiu a marca de R$ 252,9 milhões

No release de resultados divulgado aos investidores, a companhia destaca que o fato de algumas lojas funcionarem com horário reduzido impactou o levantamento trimestral…

c&a
(Imagem: Reprodução)

C&A Sustenta Vendas com Receita de Vestuário e Operação Online

A C&A atingiu a marca de R$ 1.175,6 bilhão na receita operacional líquida, um valor expressivo que representa um crescimento de 299,2% na comparação anual…

O índice é 6,7% inferior ao mesmo período de 2019, o que é compreensível tendo em vista as medidas impostas devido à pandemia, como fechamento de lojas e redução no horário de funcionamento…

No entanto, houve crescimento exponencial de 303,9% no volume de vendas nas mesmas lojas em relação ao mesmo período de 2020. 

Além disso, a receita bruta online da C&A totalizou R$ 252,9 milhões, quantia que representa uma alta de 33,7% na comparação anual. Vale destacar que os números combinam todas as vendas online, incluindo as dos sellers…

Nesse sentido, a margem bruta de mercadorias registrou 46,1%, porcentagem que representa crescimento de 0,2 ponto percentual (pp).

Outro ponto que chamou a atenção no balanço da C&A foi o volume das despesas operacionais que atingiu R$ 462,7 milhões, quantia 19,3% superior ao 2º trimestre do ano passado. E, o EBITDA ajustado ficou em R$ 1,4 milhões

A dívida líquida da C&A, por sua vez, chegou a R$ 470,4 milhões. Em maio, a empresa fez a primeira emissão de debêntures no valor de R$ 500 milhões com remuneração de CDI+251 e vigência de 4 anos.

E o valor dos investimentos no 2º trimestre foi de R$ 141,6 milhões, ou seja, um aumento de 212,6% na comparação anual…

De forma geral, o desempenho bilionário foi sustentado pela receita da categoria de vestuário, que disparou 389,6% na comparação anual e totalizou R$ 951,3 milhões. Nota-se que houve um pequeno recuo de 0,7% em relação ao mesmo período de 2019…

Outro destaque no relatório trimestral da C&A foi a operação online que cresceu 36,9% e atingiu a marca de R$ 191,0 milhões.

É importante ressaltar que o valor representa 16,8% de toda a receita líquida de mercadorias do trimestre da companhia de moda. A quantidade de vendas pelo Whatsapp tem crescido também e, agora, chega a 35% do total.  

Inclusive, após a C&A investir na implantação do portal do seller na Galeria C&A, a quantidade de usuários na plataforma cresceu. Até então, são 40 sellers no marketplace.

A iniciativa foi primordial para otimizar o relacionamento e as funções de cadastro de produtos e parceiros, além da integração de campanhas. E esse está longe de ser um dos últimos investimentos da varejista…

Varejista Aposta em Tecnologias Para Otimizar Logística 

Recentemente, a C&A aprimorou a logística com serviços tecnológicos. O motivo dos investimentos é o fato do crescimento das vendas com implementação dos serviços omnichannel

Até o 2º trimestre, a varejista já tem 23 lojas hub com serviços ship from store atendendo até 1.000 pedidos por dia. E o tempo médio da entrega tradicional dos pedidos é de 3 dias.

Por esta razão, a C&A tem fechado parceria com scaleups e startups para integrar o ecossistema da companhia. O foco das colaborações é aprimorar todos os sistemas da empresa que envolvem o uso de tecnologia.

A varejista também implementou a automação OSR Shuttle do fornecedor KNAPP no Centro de Distribuição de Ecommerce. Ou seja, medida que deve agilizar o despacho e a entrega dos produtos comprados nos canais de vendas…

Por fim, a companhia ainda implementou outro projeto, o de etiquetagem com identificação por radiofrequência em 2020. O 2º trimestre identificou 101 lojas e 89 fornecedores com a implementação.

A varejista espera ter 200 lojas funcionando com o serviço, que engloba vestuário, cosméticos, fashiontronics e alguns acessórios. 

Considerando que a C&A tem investido sem poupar esforços em tecnologia, é esperado que a companhia consiga reduzir as dívidas e aumentar ainda mais os resultados trimestrais…

Logo, os investimentos da companhia em melhorias em logística e no canal do seller demonstram a relevância do marketplace aos empreendedores que desejam começar a vender online.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.