Nuvemshop Recebe Aporte Milionário? Saiba tudo!

Última atualização em 14 de outubro de 2020 por Maria Alice Medeiros

Não há como negar: os pequenos e médios empreendedores estão dominando o setor de Ecommerce. De olho nisso, companhias do setor estão trabalhando pesado para conseguirem prestar todo o suporte necessário para esses empresários. É exatamente este o caso da Nuvemshop.

A empresa acabou de receber um aporte milionário para focar ainda mais no seu público-alvo, que são esses empresários menores…

Contudo, o que será que a Nuvemshop vai fazer com o aporte? É o que te conto ao longo do artigo. Mas não só isso: também vou apresentar as ações das concorrentes da Nuvemshop nesse sentido. 

Antes disso, é importante que você saiba em detalhes um pouco mais sobre esta empresa tão importante para os pequenos e médios empresário. Confira.

nuvemshop

Quem é a Nuvemshop?

A Nuvemshop é uma plataforma de criação e gerenciamento de Ecommerces focada em pequenos e médios empreendedores. 

A startup foi criada em 2012 na Argentina e, no mesmo ano, também já teve sua operação iniciada aqui no Brasil…

O foco principal da ferramenta é oferecer aos empresários do setor a possibilidade de venderem seus produtos com várias opções de frete, pagamento, e outros canais de vendas, como Instagram, Facebook e marketplaces do mercado…

Um ponto alto da Nuvemshop é que seu sistema não exige do usuário nenhuma experiência com desenvolvimento, linguagens de programação ou algo do tipo…

E isso faz com que a utilização da plataforma seja muito mais democrática, algo crucial para empresários que estejam iniciando sua jornada no varejo online, por exemplo.

Hoje, a Nuvemshop possui cerca de 60 mil lojas ativas e conta com 300 colaboradores

Assim, é seguro dizer que a cada ano, a Nuvemshop cresce mais. O desempenho da empresa tem sido tão positivo, que a fez receber um aporte milionário para expandir ainda mais os seus negócios no mercado…

Nuvemshop capta US$ 30 milhões

A startup anunciou recentemente a captação de um investimento de US$ 30 milhões (aproximadamente R$ 170 milhões) em sua rodada série C.

O aporte foi concedido pelos fundos Qualcomm Ventures e Kaszek Ventures, com participação dos fundos FJ Labs, IGNIA, Elevar Equity e de um novo investidor, Kevin Efrusy, sócio emérito da Accel Partners.

Entre os objetivos principais do aporte está o aprimoramento das seguintes áreas da Nuvemshopop:

  • Soluções de Frete;
  • Gestão de Estoque;
  • Marketing;
  • Paramentos. 

Mas vou passar mais detalhes sobre isso adiante…

Assim, a empresa afirma que os clientes poderão se beneficiar com a diminuição nos custos de frete e pagamentos

Além disso, está nos planos da Nuvemshopop desenvolver parcerias com especialistas de Ecommerce, Marketing, Design e Tecnologia. Tudo isso para ampliar ainda mais os serviços prestados pela plataforma para seus clientes.  

Para Alexandre Vilela, diretor do Qualcomm Ventures para a América Latina, o que realmente chamou a atenção foi a Nuvemshop ter atingido um crescimento exponencial no número de clientes e no volume transacionado nos últimos meses…

Para você ter uma ideia, a empresa passou de 25 mil clientes para cerca de 70 mil, de janeiro deste ano até hoje. 

Além disso, o executivo afirma que a Nuvemshop se diferencia dos concorrentes por oferecer uma plataforma aberta e omnichannel, e ainda complementa:

“A qualidade do time gestor da empresa sempre nos chamou atenção, assim como o DNA de engenharia do negócio”, afirma. 

Resumindo? Foi uma ação muito positiva para a Nuvemshop… 

Contudo, o que será que a empresa fará com os US$ 30 bilhões recebidos?

Planos da Nuvemshop para o Aporte

Segundo o presidente e cofundador da Nuvemshop, Santiago Sosa, toda a quantia recebida será utilizada nas seguintes frentes:

Aprimoramento da Plataforma

O desejo da Nuvemshop é que o seus serviços se tornem um ecossistema de tecnologias para os pequenos e médios empreendedores… 

E, para isso acontecer, a companhia vai abrir as APIs do software com o intuito de outros desenvolvedores também construírem aplicações. 

O resultado disso é que os clientes se beneficiarão com a maior oferta de serviços e os parceiros terão mais acesso aos pequenos negócios.

Aquisição de Clientes

Neste sentido, a Nuvemshop pretende conquistar clientes com faturamento mensal maior.

Na prática, seria assim: a empresa utiliza sua base de pequenas empresas para negociar com fornecedores de serviços logísticos, tecnológicos e financeiros…

Assim, ter clientes que movimentam altos valores é um jeito de conseguir preços melhores para todas as empresas que utilizam os serviços da Nuvemshop.

Expansão Internacional da Nuvemshop

Atualmente, os negócios da Nuvemshop se concentram em dois países: Brasil e Argentina.

Entretanto, o foco da companhia é expandir sua atuação para outros países, tanto que a empresa já está trabalhando nesse sentido…

Recentemente, a Nuvemshop abriu um escritório no México, por exemplo. E, para 2021, há a iniciativa de abrir escritórios também no Chile e no Peru. 

“Gostamos de abrir escritórios para poder estar próximos dos clientes e acompanhar o que está acontecendo em cada país”, diz Sosa.

Dessa forma, apesar do cenário altamente animador, a companhia não deixa de ter desafios a serem enfrentados. A concorrência, por exemplo, é um deles. 

Desafios à Vista

Um fato não há como negar: a Nuvemshop tem concorrentes de peso no mercado de varejo online… 

Empresas como Magazine Luiza, Mercado Livre e B2W são algumas delas, principalmente porque permitem que os pequenos empresários vendam suas mercadorias dentro de suas plataformas de Ecommerce. 

Para você ter uma ideia, no início da pandemia,  essas gigantes do varejo atraíram muito mais PMEs para os seus negócios… 

Há alguns meses, o Mercado Livre fechou uma parceria com a TOTVS, empresa especializada em tecnologia e desenvolvimento de soluções empresariais. O objetivo é permitir que clientes da solução TOTVS Ommi by Moddo disponibilizem suas ofertas no marketplace, reforçando a estratégia de omnichannel da plataforma.

Mas a empresa mais valiosa da América Latina não parou por aí…

Recentemente, o Mercado Livre recebeu um aporte de R$ 400 milhões para ampliar oferta de crédito a PMEs.

Outra empresa que está se destacando também nesse sentido é a Magazine Luiza, que fechou uma parceria com o Sebrae para qualificarem pequenos empresários para o ambiente digital.

Em contrapartida às suas concorrentes, a Nuvemshop afirma que os esforços feitos por esses marketplaces são para melhorar a vida dos consumidores. E o resultado disso é uma maior pressão nos vendedores. Ou seja, nas promoções, prazos de envio, taxas…

E que a sua solução é para marcas que querem se conectar diretamente com o consumidor. 

Então, gostou das nossas dicas? Inscreva-se AGORA MESMO em nossa newsletter para receber mais artigos como este! É só clicar no box abaixo.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.