Locaweb Faz Oferta Milionária pela Vindi. Veja!

Última atualização em 5 de novembro de 2020 por Maria Alice Medeiros

A estratégia de adquirir de empresas para expandir a atuação no mercado, definitivamente, é a pedida da Locaweb. Depois de comprar duas startups nos últimos dois meses, a Locaweb se apressou para inserir mais uma empresa em seu portfólio: a Vindi. 

Após um IPO que levantou mais de R$ 1 bilhão, a empresa pioneira na prestação de serviços de hospedagem de websites não perdeu tempo…

Botou em prática um dos pontos cruciais de sua estratégia: a compra de empresas

Quer entender melhor tudo isso? Acompanhe ao longo do artigo, pois vou apresentar detalhes sobre a oferta pela Vindi, e explicar mais sobre as últimas aquisições da companhia. 

Antes, vamos entender melhor quem é a Vindi?

locaweb
(Imagem: Instagram Locaweb)

Quem é a Vindi?

Fundada em 2013, a Vindi Tecnologia e Marketing S.A é uma startup de software as a service (SaaS) que faz processamento e gestão de pagamentos recorrentes… 

Isto é, na prática, a empresa cobra uma assinatura pelo uso de seu software e recebe um percentual sobre o valor negociado na plataforma.

Desde seu início, a empresa já levantou R$ 30 milhões em duas rodadas de capital…

E, em 2020, a Vindi deve alcançar um TPV (Total Payment Volume) de R$ 4 milhões…

Além disso, a empresa já possui mais de 6 mil clientes ativos em sua plataforma. Entre eles, Resultados Digitais e Exame. 

Assim, a Vindi demonstra possuir um bom desempenho no mercado…

Já conquistou clientes de peso e, ao que tudo indica, vem crescendo de forma constante…

Não à toa que sua atuação chamou a atenção de outra conhecida empresa do setor de varejo, a Locaweb.

Locaweb Oferece Milhões Pela Vindi

Recentemente, a Locaweb anunciou o interesse na compra da Vindi, com um valor de transação de R$ 180 milhões

Com isso, além do valor estipulado, a Locaweb deve arcar também com um earnout, o que vai depender do atingimento de algumas metas de receita. 

Em comunicado ao mercado, a Locaweb ainda afirma que a proposta já foi aceita pelos acionistas da Vindi, o que representa cerca de 73% do capital da empresa.

Com isso, a aquisição da Vindi é a terceira maior da Locaweb desde seu IPO, realizado em fevereiro deste ano…

Na ocasião, o IPO Locaweb movimentou cerca de R$ 1,4 bilhão. E a estreia da empresa na B3 causou um forte disparo em suas ações…

Após serem vendidas a R$ 17,25 na oferta, no teto da faixa indicativa na oferta pública inicial, as ações da Locaweb (LWSA3) dispararam 19,42%, sendo cotadas a R$ 20,60, no primeiro dia de negócios. Na máxima, as ações atingiram R$ 21,77. 

Diante disso, os movimentos da Locaweb tem sido bem claros e assertivos…

E o interesse em comprar da Vindi não é à toa. A Locaweb tem fortes planos para a startup junto aos seus serviços…

Por que a Locaweb Quer Comprar a Vindi?

A transação tem uma meta bem clara: utilizar da expertise da Vindi para complementar a oferta de soluções de pagamentos da Locaweb.

Com isso, os serviços da Vindi serão oferecidos aos mais de 400 mil clientes recorrentes da Locaweb

Ou seja, uma fusão bem expressiva que tem tudo para trazer benefícios para as duas empresas. 

Entretanto, no que diz respeito à Locaweb em si, adquirir a Vindi faz parte de um plano para a empresa expandir mais fortemente a sua atuação no mercado…

Isto é, a Vindi não é a primeira e, provavelmente, não será a última empresa a ser comprada pela Locaweb…

Os Planos da Locaweb

Em setembro, a Locaweb anunciou a aquisição total da Social Miner, startup de análise de dados de comportamento do consumidor em Ecommerces.

O valor da transação foi de R$ 22,2 milhões, com o preço de fechamento ainda sujeito a determinados ajustes de dívida líquida e capital de giro, comuns a este tipo de aquisição…

Junto a isso, a companhia informou que a expertise da Social Miner seria trabalhada juntamente aos recursos da All iN,  empresa de marketing digital que foi adquirida em 2013…

Mas, acredite, a Social Miner não foi a única a ser adquirida pela Locaweb recentemente…

A companhia também comprou, logo em seguida, a Etus, startup fundada em 2015, que tem como foco a gestão e marketing digital para empresas em redes sociais. E o valor da transação foi de R$ 18,95 milhões…

Diante de tudo isso, fica claro o foco da Locaweb em aumentar seu alcance no setor de Ecommerce, claro…

A ideia é oferecer uma solução completa aos empresários de Ecommerce que, de alguma forma, precisam acompanhar toda a jornada de seus clientes.  

Na prática, isso significa que a Locaweb está se esforçando para se consolidar como a melhor opção de hospedagem de sites, serviços de internet e computação em nuvem para os empreendedores…

Por tanto, é bem provável que a empresa continue comprando ainda mais empresas – algo a ficar no radar dos empresários do setor…

Principalmente agora que tem em mãos R$ 400 milhões levantados em seu IPO exclusivamente para fazer esse tipo de operação.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.