Como Investir na Bolsa de Valores: Dicas Para Iniciantes

Última atualização em 14 de abril de 2021 por Larissa Bittencourt

É iniciante e quer saber como investir na Bolsa de Valores? O primeiro passo é entender que esse é um mercado competitivo e que demanda calma e análise para fazer investimentos e ver os lucros voltarem para você. 

A verdade é que essa possibilidade está ficando cada vez mais popular entre os empresários do Ecommerce

Por isso, se você não sabe nada desse mercado financeiro e deseja entender como fazer um bom investimento na bolsa de valores, existem alguns pontos cruciais que você precisa conhecer antes de entrar no meio das aplicações… 

Para te ajudar nisso, separamos tudo o que você precisa saber sobre como investir na bolsa de valores, além de algumas dicas que vão te ajudar a entrar no mercado de investimentos de forma simples. 

Acompanhe este artigo para entender o que é a bolsa de valores, suas ações e como funciona. Confira. 

como-investir-bolsa-de-valores
Imagem: Pexels

O que é Bolsa de Valores?

A bolsa de valores funciona como um mercado responsável por registrar a compra e venda de ações. Sua principal função é fiscalizar as regras de negociação e garantir que as aplicações sejam feitas de forma eficiente… 

Isto é, a bolsa de valores é uma organização com normas estabelecidas para que o investidor aplique seu patrimônio de forma segura.

Você, que atua no Ecommerce e acompanha as notícias do setor, certamente já ouviu falar em IPO (Oferta Pública Inicial). O procedimento nada mais é do que a estreia de empresas na bolsa de valores, em que seus capitais são abertos para investidores comprarem ações. 

Sendo assim, entender como funciona a bolsa de valores pode ser um pouco complicado no início, mas vamos te mostrar adiante informações importantes que você precisa saber para começar a fazer investimentos…

Por enquanto, é válido que você entenda o que são as ações que movimentam esse mercado…

O que são ações?

Basicamente, uma ação dentro da bolsa de valores significa uma parte de uma empresa que está sendo negociada no mercado de investimentos. 

Cada ação na bolsa de valores significa um título que dá ao investidor o direito de propriedade. Para você entender melhor, o investidor que compra uma ação na bolsa de valores se torna acionista, sócio, da empresa em que investiu seu dinheiro… 

Ou seja, você investe na bolsa de valores comprando ações e passa a ser dono de uma fração da empresa. Dessa forma, você passa a ter os direitos de um sócio naquele negócio. 

Além disso, as ações se dividem nas seguintes categorias: 

  • Ações Ordinárias: quando o investidor tem direito a voto na eleição de membros do Conselho de Administração e pode participar das decisões da empresa; 
  • Ações Preferenciais: quando o investidor não tem direito a voto, mas possui prioridade na hora de receber a distribuição de lucro; 
  • Certificado de Depósito de Ações (UNIT): ativos com mais de um tipo de ação. Por exemplo: comprar ações ordinárias e preferenciais ao mesmo tempo. 
  • Ações Blue Chip: ações com o maior volume de negócios dentro da bolsa de valores brasileira, como: Ambev, Itaú, Petrobras e outras;
  • Mid Caps: ações de nível intermediário na bolsa, são direcionadas para empresas de médio porte; 
  • Small Caps: ações mais baratas, que são ligadas a empresas menores. 

E se você se interessa pela bolsa de valores, certamente já escutou falar sobre a B3…

O que é B3?

Cada país possui sua bolsa de valores e, aqui no Brasil, a nossa é conhecida como B3, a Bolsa de Valores do Brasil. 

A B3 é o resultado da junção do BM&F Bovespa com a CETIP (Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos). E funciona como um espaço de ofertas de ações onde as pessoas investem na compra e venda de ações das empresas. 

O trabalho feito pela B3 tem parceria com outros dois órgãos da operação na Bolsa, a CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia), para garantir a segurança em todas as operações realizadas, e a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), responsável pela regularização e fiscalização do mercado para evitar fraudes nas operações. 

Assim, se você chegou até este ponto do artigo, provavelmente está se perguntando: mas afinal, como faço para investir na bolsa de valores? 

É o que vamos te explicar no próximo tópico… 

Como Funciona a Bolsa de Valores do Brasil

Antigamente o sistema da bolsa de valores acontecia através do pregão viva-voz, o modelo de compra e vendas que exige a presença física dos investidores na bolsa de valores. 

Mas, hoje em dia, esse sistema ficou totalmente digitalizado e passou a ser feito de forma online, por meio do Home Broker, sistema que conecta os investidores à bolsa de valores de forma digital. Com a parceria da bolsa com a CBLC, essas operações ficaram muito mais seguras e passam mais credibilidade para quem é iniciante e quer investir na bolsa… 

Diante disso, para começar a investir, saiba que não existe um valor mínimo. Se você é iniciante e ainda não se sente seguro para fazer altos investimentos, com R$ 100, por exemplo, você já consegue se iniciar no mercado financeiro. 

Mas antes disso, é preciso que você saiba que existem dois módulos para operar na bolsa de valores: 

Swing Trade

Essa operação da bolsa é indicada para aqueles que não têm tempo para ficar sempre acompanhando o mercado… 

Isso porque as operações de compra e venda nessa categoria podem durar de dias até anos para que o investidor encontre o momento propício para vender sua ação comprada. Essa é a melhor estratégia para quem deseja lucro a longo prazo

Day Trade

Diferente da operação anterior, essa tem como estratégia comprar e vender ações no mesmo dia para lucrar com as oscilações que acontecem no mercado. Pode ser mais rápida para obtenção lucros, mas configura um maior risco justamente por causa das variações durante o dia. 

Quem escolhe esse modo de operação, precisa saber lidar com resultados positivos e negativos, sendo mais indicada para quem já possui experiência na bolsa. 

De qualquer forma, para começar a investir na bolsa de valores, é indicado que o iniciante faça seu planejamento financeiro e defina seus objetivos. É possível contar com uma corretora de valores, que basicamente atua como uma instituição financeira voltada para os investimentos…

As corretoras atuam de forma intermediária na compra e venda das ações e são instituições autorizadas pela bolsa de valores. 

Sabendo disso, vamos entender agora quais são as taxas que englobam esse tipo de investimento? 

Quais Taxas Envolvem a Bolsa de Valores

Se você quer investir na bolsa, saiba que existem 4 taxas na hora de fazer esse investimento: 

  • Corretagem: cobrada em cada ação que as corretoras de valores forem intermediadoras;
  • Emolumentos: cobrada pela B3, é uma tarifa percentual sobre o preço de compra e venda de ações;
  • Custódia: cobrado mensalmente pelas corretoras referente aos custos de operação de manutenção na conta do investidor;
  • Impostos: o Imposto de Renda é cobrado pelo governo apenas nas operações que obtiveram lucros.

Agora que você já sabe tudo sobre como investir na bolsa de valores, separamos algumas dicas que vão te ajudar ainda mais a entrar da melhor maneira possível mercado de investimentos…. 

5 Dicas Sobre Como Começar a Investir Na Bolsa de Valore

1. Descubra Seu Perfil de Investidor

O seu perfil de investidor é baseado em suas características e objetivos para os investimentos. Existem três tipos: 

  • Conservador: é o investidor que não se arrisca muito nos investimentos e está sempre procurando a maior segurança nas suas aplicações;
  • Moderado: é aquele investidor que está disposto a conquistar lucros acima da média, mas, ao mesmo tempo, não está propício a resultados negativos; 
  • Agressivo: é o investidor que está disposto a investir em ações que geram cada vez mais lucros. 

Na prática, definir seu perfil de investidor é importante para entender como serão suas primeiras movimentações nesse mercado. 

2. Tenha Uma Carteira de Ações Diversificada

A carteira de ações é o grupo de ações e títulos que o investidor vai aplicando com o passar do tempo….

A dica é manter sua carteira de ações bem diversificada, pois trabalhar com investimentos em várias ações permite mais vantagens para você. Investir tudo em uma só aumenta o risco de perda

3. Analise o Mercado 

A sua análise de mercado pode ser feita de dois modos: 

  • Análise Técnica: voltada para os gráficos do mercado com o objetivo de mostrar as tendências de quedas e crescimento nos valores das ações;
  • Análise Fundamentalista: direcionada para os fluxos de caixa e analisa a probabilidade de aumento e queda de uma ação. 

Ou seja, fazer uma boa análise do negócio é fundamental na hora de começar a investir na bolsa. Não dá para evitar…

4. Analise o Mercado 

O erro mais comum de quem está começando a investir na bolsa de valores é a pressa nas operações… 

Por isso, você precisa agir com cautela no início, analisando bem suas opções no mercado antes de sair investindo para obter lucros do dia para a noite. A bolsa não funciona dessa forma… É preciso estudar bem o mercado antes de fazer suas aplicações. 

5. Saiba o Horário de Investir 

Saber o horário de abertura e fechamento do mercado é outro ponto muito valioso na hora de começar a investir na bolsa de valores. 

(Imagem: Site B3)

Além disso, esses horários podem sofrer algumas alterações durante o horário de verão. Por isso, esteja sempre atento ao site da B3 para estar ciente sobre qualquer adaptação no horário da bolsa. 

Sendo assim, agora que você já sabe todos os passos sobre como investir na bolsa de valores e anotou todas as dicas dadas ao longo deste artigo, chegou a hora de entender mais a fundo por que investir nesse mercado pode ser benéfico para você…

Por que Investir na Bolsa de Valores?

Não dá para ignorar: os riscos de investir na bolsa de valores existem. Isto é, não será sempre que você vai conseguir obter resultados positivos. Por isso, para começar a investir na bolsa de valores é preciso ter em mente que alguns resultados negativos podem sim surgir ao longo das aplicações…

Mas investir nesse mercado também traz a grande possibilidade de ir conquistando ações aos poucos e ver seus lucros crescerem cada vez mais. Tudo isso sendo feito com muito embasamento, cautela e sabedoria, claro. 

Para você ter uma ideia, de acordo com os dados divulgados pelo B3, no final de 2020 o número de pessoas físicas que investiram na bolsa de valores atingiu o expressivo número de 3,2 milhões

Ou seja, cada vez mais pessoas estão enxergando o mercado de aplicações como uma saída para gerar mais lucro para as suas carteiras. Se você atua no Ecommerce também pode começar a investir na bolsa de valores. Isso pode acontecer inclusive no que diz respeito aos IPO’s, como mencionamos anteriormente…

Enquanto diversas empresas abrem seus capitais na B3, empresários de todo país enxergam uma possibilidade de comprar ações nesse contexto…

Conheça o “IPO: Guia Definitivo Para os Pequenos e Médios Empreendedores”

Já pensou em investir em ações de empresas que realizam os seus IPOs? Nós desenvolvemos um conteúdo com TUDO o que você precisa saber sobre o assunto…

Entre os principais tópicos abordados no material, estão:

  • O que são Ofertas Públicas (IPO);
  • Por que as Empresas Realizam um IPO;
  • Tipos de Ofertas;
  • Etapas de um Processo de IPO;
  • E muito mais!

É só clicar no botão abaixo e garantir GRATUITAMENTE o seu “IPO: Guia Definitivo Para Pequenos e Médios Empreendedores”!

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.