Plataformas de Ecommerce: conheça as melhores opções do mercado

Última atualização em 20 de dezembro de 2018 por Lucas Lombardi

plataformas de ecommerce

Como escolher a melhor plataforma para uma loja virtual?

A pergunta acima é, de longe, uma das que mais surgem na cabeça de quem quer montar uma loja virtual e não sabe muito bem por onde começar.

Em primeiro lugar, uma dica básica: se você ainda não vende pela internet, não recomendamos que seu primeiro passo seja contratar uma plataforma. Em vez disso, tente validar os produtos com o público-alvo, vendendo através do Mercado Livre e redes sociais, por exemplo.

Só depois de fazer isso, quando estiver claro que realmente existe demanda para aquilo que você quer vender, é que se deve pensar em estruturar o negócio em torno de um site (loja virtual/plataforma).

>> Participe da Semana do Ecommerce: de 6 a 17 de março [Gratuito, Vagas Limitadas]

Veja no vídeo abaixo o especialista Bruno de Oliveira falando um pouco mais sobre isso:

Plataformas de ecommerce: por onde começar?

Mas e se você já está no momento de contratar a plataforma para a sua loja virtual… Qual delas escolher?

Bem, nesse caso existem 3 opções:

1 – Plataformas prontas para loja virtual

Vamos começar falando das plataformas prontas porque, se você é como 95% dos pequenos empreendedores, esta é a opção ideal.

Como o próprio nome indica, plataformas prontas já vêm com layout e recursos configurados, basta pagar uma mensalidade e começar a utilizar.

Vantagens

  • Baixo custo
  • Bom número de funcionalidades disponíveis
  • Vários layouts disponíveis
  • Escalabilidade

 

Desvantagens

  • Dificuldade de implantação de recursos muito específicos

 

Se assim como a maioria dos empreendedores que estão começando no ecommerce, você pretende trabalhar com plataformas alugadas, recomendamos pesquisar sobre Xtech Commerce e Loja Integrada (duas das melhores soluções disponíveis no mercado).

plataformas de ecommerce

2 – SaaS (Software as a Service)

As soluções SaaS estão no meio do caminho entre as plataformas prontas e as “open source” (de código aberto).

Apesar de cobrarem do empreendedor um nível maior de conhecimento sobre programação e tecnologia, as plataformas SaaS possibilitam mais customizações, tornando-se uma boa opção para quem precisa de recursos e ferramentas específicas não disponíveis em plataformas prontas.

Leia mais: 33 Ferramentas gratuitas para ecommerce que farão o seu negócio crescer

Vantagens

  • Bom custo-benefício
  • Maiores possibilidades de customização
  • Boa escalabilidade

 

Desvantagens

  • Maior custo mensal
  • Mais trabalho com as customizações da plataforma
  • Nem sempre cumpre o que promete

 

Coloque os prós e contras na balança. Se o Software as a Service for o tipo de plataforma ideal para a sua loja virtual, recomendamos que comece suas pesquisas por Vtex e EZ Commerce.

plataformas de ecommerce

3 – Open Source

Plataformas open source são de código aberto, permitindo que o empreendedor tenha controle de tudo, fazendo quaisquer mudanças e customizações que julgar necessárias.

Isso não é ótimo?

Para a maioria dos casos, não. E a gente explica o porquê…

No começo do negócio, grande parte dos empreendedores tem recursos financeiros extremamente limitados e não pode se dar ao luxo de contratar alguém só para cuidar de questões relacionadas à plataforma.

Além disso, eles mesmos geralmente não apresentam muito conhecimento em programação, o que torna a utilização do open source bastante inviável.

E ainda que você conheça bastante sobre programação, vale a pena se questionar: quero mesmo gastar meu tempo com questões técnicas da plataforma? Eu não estaria fazendo uma escolha melhor caso investisse essas horas pensando em como atrair e converter mais clientes?

Se mesmo considerando tudo isso, você ainda acredita que plataformas de código aberto trarão um resultado mais efetivo, seus prós e contras serão os seguintes:

Vantagens

  • Custo médio
  • Ter o controle de tudo
  • Grandes possibilidades de customização
  • Número de ferramentas e recursos que podem ser implantados

 

Desvantagens

  • Custo de manutenção
  • Tempo a ser investido
  • Sempre que houver necessidade de melhoria, você é quem terá que bancá-la (seja com tempo ou dinheiro)

 

Se você é um interessado nesse modelo de plataformas de ecommerce, confira abaixo um review do Magento, feito por Bruno de Oliveira:

Como vender pelo Mercado Livre

Se você quer aprender como vender pelo maior marketplace do Brasil e se tornar MercadoLíder em até 6 meses, precisa conhecer o curso Mercado Livre do Zero.

Nele, Bruno de Oliveira vai te ensinar desde como encontrar o produto que vai ser seu campeão de vendas até como criar anúncios irresistíveis para os compradores.

Garanta sua vaga agora!

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.