Renner Trabalha Para Restabelecer Ecommerce Após Ciberataque

Última atualização em 20 de agosto de 2021 por Felipe Vannucci

Em comunicado divulgado ao mercado nesta sexta-feira (20), a Renner confirma ter sofrido ataque cibernético recentemente. Desde então, as operações do Ecommerce estão inativas e a varejista afirma estar trabalhando para resolver os contratempos.

Embora a maioria das lojas virtuais do ecossistema das Lojas Renner estejam fora do ar, as vendas no varejo físico não foram interrompidas… 

renner
(Imagem: Reprodução)

Equipe das Lojas Renner Tentam Restaurar Ecommerce

Assim que o crime virtual aconteceu, logo as lojas online ficaram inacessíveis, tanto pelo site quanto pelo aplicativo…

E antes de comunicar à imprensa, a Renner atualizou sua página principal afirmando estar sem acesso aos sistemas e “trabalhando para normalizar o acesso ao nosso site e APP o mais rápido possível” – como mostra a imagem abaixo:

renner
(Imagem: Site Lojas Renner)

Mesmo reconhecendo a invasão no sistema, a Renner declarou ter mobilizado os protocolos de segurança e controle para impedir o ataque e reduzir as consequências em seus sistemas.

Outro destaque do comunicado é que os principais bancos de dados estão preservados

Nesse sentido, a varejista ainda enfatiza usar tecnologias e fortes padrões de segurança para proteger sua infraestrutura. E novas regulamentações serão implementadas para reforçar a proteção de dados e sistema das Lojas Renner…

Além disso, o site da loja de itens domésticos Camicado e da moda plus-size Ashua, que fazem parte do mesmo grupo, também estão fora do ar…

Já a loja virtual da Youcom, marca de moda jovem que também integra o ecossistema da Renner, não sofreu os reflexos do ataque cibernético.

Mais Detalhes Sobre o Ataque

O fato da Renner ter sofrido um ataque cibernético movimentou todo o mercado devido a sua complexidade em si…

Isto é, os ataques foram do tipo ransonware, situação em que o invasor criptografa os arquivos do sistema de uma determinada empresa e impossibilita o acesso de terceiros.

Assim, de acordo com o Neofeed, mais de 2,6 servidores das Lojas Renner ficaram fora do ar e todos os dados da varejista foram criptografados…

Inclusive, no que diz respeito aos ataques de ransonware, houve um crescimento de 767% no ano passado, segundo o levantamento da Kaspersky, empresa de software de segurança para internet.

Diante de todo esse cenário, é importante destacar que o problema enfrentado pela Renner não foi um caso isolado. Outras empresas já passaram por questões similares, como a marca de cosméticos Avon e o operador de planos de saúde Hapvida.

Sendo assim, agora é preciso aguardar os próximos comunicados da Renner em relação à restauração de seu Ecommerce, acompanhar os efeitos causados pelo ciberataque e, principalmente, o que será feito para evitar que esse tipo de problema aconteça novamente.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.