3 Grandes objeções de compra no Ecommerce (e como quebrá-las)

Última atualização em 7 de janeiro de 2019 por Lucas Lombardi

Você sabe quais são as maiores objeções que impedem as vendas do seu Ecommerce? Se a resposta foi “não” ou mesmo “talvez”, você precisa ler o artigo de hoje até o final.

Diariamente, diversos usuários acessam produtos, analisam as características da oferta, gostam do que estão vendo… e NÃO compram.

Mas por que isso acontece?

Entenda as três principais objeções dos compradores online:

objeções de compra

Objeções de compra: quais são as do seu cliente?

1 – “Eu não quero pagar o frete.”

Quando falamos sobre objeções de compra no Ecommerce, o frete com certeza é um dos primeiros fatores a serem levados em conta. O especialista Bruno de Oliveira inclusive já falou sobre isso em um de seus vídeos.

Se você anda sofrendo com a má vontade dos clientes em relação ao frete, existem dois caminhos para resolver o problema:

No primeiro deles, você passa a oferecer frete grátis a partir de um determinado valor em compras (Ex: “Acima de R$250, o frete é por nossa conta!”).

Apesar de aumentar os seus gastos com o frete, você terá um provável aumento no ticket médio da operação, o que equilibra as coisas (não é à toa que grande parte das lojas virtuais brasileiras já utilizam essa estratégia).

Uma segunda opção é calcular o quanto do seu faturamento é gasto com frete.

Depois disso, basta elevar os preços na mesma medida e passar a oferecer frete grátis para clientes que gastem quantias mínimas com a sua empresa.

Dê o play no vídeo acima para entender como Bruno de Oliveira implantou essa lógica em seu negócio.

2 – “Será que é confiável comprar aqui?”

Outra grande objeção que pode estar impedindo clientes de realizarem compras no seu Ecommerce é a falta de confiança.

Muitos usuários têm medo de sites que não conhecem, o que acaba os fazendo desistir de finalizar a transação.

Veja alguns fatores essenciais a serem trabalhados se você quiser conquistar mais credibilidade:

Estética e funcionalidade: fotografias de produtos em baixa resolução, erros ortográficos nas descrições, site desorganizado e com links quebrados…

Nada disso contribui para uma ideia de profissionalismo. Estude as páginas do seu negócio e esteja constantemente se perguntando: o que poderia ser melhorado aqui?

Informações claras: seu cliente não pode ter nenhum tipo de dúvida ao acessar seu site. Qualquer pequena insegurança pode gerar a desistência.

Ele precisa saber quem você é, como trabalha, o que vende, como funciona o pagamento e a política de trocas e devoluções etc.

Deixe tudo muito claro.

Certificados de segurança: investir em um certificado de segurança também é fundamental.

Depois de assegurar que o site está seguro, lembre-se de mostrar o certificado existe.

Vale a pena colocar o selo de garantia no rodapé de todas as páginas para passar mais segurança ao comprador.

Prova social: exiba em seu site depoimentos de clientes que já compraram com você antes.

Pessoas confiam em outras pessoas, então nada melhor que o gatilho da prova social para mostrar ao usuário que a sua é uma empresa de confiança.

Páginas institucionais: criar páginas institucionais como “A empresa” ou “Nossa História” também ajuda a criar um ambiente mais confiável aos olhos do consumidor.

Leia mais: Sua loja virtual não vende: os 6 motivos mais comuns

objeções de compra - segurança

3 – “Acho que não preciso desse produto agora”

Por fim, é preciso entender que, mesmo que um cliente queira muito comprar um produto, o momento de finalização da compra costuma ser de “dor”.

Na cabeça do comprador, ele está se desfazendo do dinheiro conquistado com muito esforço.

Dessa forma, não é incomum que, por vezes, o consumidor acabe adiando a compra.

Sabendo disso, não basta oferecer um produto… É preciso oferecê-lo em uma oferta que, de tão boa, logo não estará mais disponível.

Para fazer isso, há dois caminhos possíveis, sempre trabalhando a noção de escassez:

Escassez de quantidade: depois de anunciar um produto, avise sua audiência que restam poucas peças em estoque. Se possível, seja mais específico ainda:

“Só duas peças em estoque!” ou “Corra, essa é a última peça do nosso estoque!”.

Sites de reservas de hotéis, por exemplo, trabalham esse gatilho muito bem.

Escassez de tempo: você também pode criar promoções que acabem depois de um período de tempo pré-estipulado, como

“Oferta válida até as 21h00 de hoje!”.

É trabalhando a escassez que você acionará o senso de urgência dos clientes, impedindo, por diversas vezes, que ele adie aquela compra.

objeções de compra

Faça Vendas Todos os Dias

Se você ainda não começou a vender online ou ainda não está tendo os resultados que deseja, você precisa conhecer o Ecommerce do Zero.

Esse é o maior treinamento de Ecommerce do Brasil, que já ajudou quase 8 mil empresários a construírem negócios sólidos e lucrativos.

Assista a uma palestra gratuita com o maior especialista em Ecommerce do Brasil, Bruno de Oliveira, e conheça o método.

[button_2 color=”green” align=”center” href=”http://bit.ly/palestra-curso-ecommerce-do-zero” new_window=”Y”]QUERO VENDER ONLINE[/button_2]

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.