Saiba Como Fazer Gestão de Riscos Para o seu Negócio

Última atualização em 29 de abril de 2021 por Maria Alice Medeiros

Não tem jeito: entender como fazer gestão de riscos é CRUCIAL para qualquer negócio. Em momentos como o atual – em que há o enfrentamento da pandemia do Covid-19, por exemplo -, nunca foi tão importante conhecer as etapas de um bom gerenciamento de riscos. 

Sim, da noite para o dia, uma crise pode atingir o seu Ecommerce…

E isso pode acontecer por diversos fatores, sejam eles internos (questões de dentro da sua empresa) ou externos (economia, pandemia etc). 

Independentemente de qualquer coisa, é ESSENCIAL que você, enquanto empreendedor, faça a gestão de riscos do seu negócio. Isso envolve etapas a serem cumpridas antes, durante e depois desses contextos negativos. 

Quer entender isso tudo em mais detalhes?

Ao longo deste artigo, vamos explicar o que significa gestão de riscos na prática, além de ensinar a como fazer um gerenciamento de riscos para o seu Ecommerce.

gestao-de-riscos

O que é Gestão de Riscos?

O que é gestão de riscos é quase respondido pelo próprio nome…

Ou seja: gestão de riscos nada mais é do que todo um processo para você identificar, avaliar, tomar decisões e mensurar possíveis riscos para um negócio. 

Na prática, é conhecer tudo o que é incerto e que, de alguma forma, pode causar riscos ou danos a sua empresa…

E, a partir disso, estabelecer iniciativas capazes de controlar a situação ou diminuir os efeitos negativos – seja em relação ao seu público-alvo, ao mercado ou aos resultados da companhia em si. 

Resumindo? É para realmente blindar o seu Ecommerce em um momento de crise

Contudo, é preciso ter atenção a um ponto importante:

Gestão de Riscos é diferente de Gestão de Crise!

No caso, o gerenciamento de crise é voltado para quando o problema está acontecendo naquele momento. Isto é, é focado nas soluções para caso a crise aconteça.

Dito isto, vamos aprofundar um pouco mais o assunto…

Vamos entender como fazer a gestão de riscos.

Como Funciona a Gestão de Riscos 

1. Detecte o Risco

Não há como fazer todo um processo de gestão de riscos sem, antes de tudo, identificar quais são os riscos…

Sendo assim, será necessário que você dedique um tempinho na sua agenda para levantar todos os possíveis riscos que a sua empresa pode enfrentar um dia….

Para isso, analise tanto o contexto interno quanto o interno do seu negócio

Isto é, ao mesmo tempo em que você vai pensar em fatores de dentro da empresa (como a estrutura organizacional e sistemas de informações internos, por exemplo), você também precisará pensar em questões “de fora”, como fatores sociais, culturais, econômicos e outros que podem causar algum tipo de problema.  

2. Planeje-se!

Não dá para fugir: depois de saber quais são os possíveis riscos, você precisará se planejar…

Mas planejar o que exatamente?

A forma como será feita a gestão da crise, as ferramentas que serão utilizadas ao longo do processo, além de definir os funcionários que ficarão encarregados por tudo…

Com tudo isso em mãos, ficará muito mais fácil gerenciar qualquer questão que possa aparecer pelo caminho…

Imagina fazer a gestão de riscos sem nem ao menos saber por onde começar? Seria mais um problema a ser resolvido…

Então, planeje-se o quanto antes!

3. Faça a Análise dos Riscos

Quais são os efeitos dos problemas mapeados caso eles aconteçam? Quais impactos terão no seu negócio?

É preciso ter tudo isso bem definido…

Uma boa opção é hierarquizar os riscos. Ou seja, separe-os em uma lista e os organize em ordem crescente (ou decrescente, se preferir) de gravidade. 

Assim, você conseguirá estabelecer exatamente o que fazer para diminuir os impactos ou, em um melhor cenário, mitigar tudo o que estiver acontecendo de negativo. 

4. Defina o que Fazer 

Depois de detectar possíveis riscos, criar um planejamento e analisar todos os riscos, agora é a hora de pôr a mão na massa MESMO!

Ou seja, definir quais ações serão tomadas para controlar os eventuais problemas…

Por exemplo:

Dependendo da questão, quem será o porta-voz da empresa na hora de falar com a imprensa? O que ele falará, exatamente?

Ou como serão feitas as estratégias nos canais da companhia – como as redes sociais, por exemplo?

É preciso ter tudo isso bem definido para, caso realmente esses cenários mais complexos aconteçam, você consiga agir o mais rápido possível

5. Monitoramento 

Não basta só identificar os riscos e controlar toda a situação. Na gestão de crise, também é preciso mensurar os resultados de cada ação.

Ou seja: é avaliar se tudo o que foi feito está de acordo com o planejamento criado! 

Considere fazer alguns ajustes se você achar que as ações não estão surtindo o efeito desejado…

O que não pode acontecer de jeito nenhum é abandonar a situação sem cuidar para que a imagem do seu negócio seja devidamente preservada!

A Importância de Não Ignorar a Gestão de Riscos

Diante disso tudo, viu como é importante pensar com calma e deixar tudo isso definido com antecedência?

Não dá para ignorar a importância do plano de gestão de riscos, muito menos não pensar em como aplicá-la ao seu negócio…

Quando algo acontece – como a pandemia do novo coronavírus, por exemplo – empresa de todos os portes e setores podem ser impactadas pela crise…

Portanto, vale a pena dedicar um tempo para mapear possíveis riscos e, claro, antecipar as soluções. 

Gostou do artigo? Para não perder essas e outras dicas, inscreva-se AGORA MESMO em nossa newsletter e receba mais artigos como este! É só clicar no box abaixo.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU EMAIL (GRÁTIS)

Inscreva-se gratuitamente e receba as Principais Notícias do Mercado no seu e-mail toda semana!

Mais Lidas

Confira outros conteúdos:

Artboard 2 copy 2

O Ecommerce de Sucesso é um portal de informações sobre o Mercado de Ecommerce. Aqui são abordadas notícias e informações sobre os assuntos Economia, Marketing, Comércio Eletrônico, Varejo, Negócios, Mercados, Política e Tecnologia. Conteúdo independente interpretado com a visão dos nossos especialistas.

ECOMMERCE DE SUCESSO © 2020.